Os Normais 2 - A Noite Mais Maluca de Todas


O propósito do seriado televisivo “Os Normais” era apresentar situações comuns do dia-a-dia que levassem as pessoas à loucura. O texto inteligente e afiado de Fernanda Young e Alexandre Machado dificilmente decepcionava e a dupla Luis Fernando Guimarrães e Fernanda Torres interpretaram os personagens de suas vidas: Rui e Vani, um casal neurótico e completamente maluco que não tinha como não cair no gosto do público.

Três temporadas depois e um filme no currículo, eis que chega um novo longa-metragem: “Os Normais 2”. Após o estrondoso sucesso da primeira incursão no cinema, a expectativa com essa seqüência era das mais altas. Inicialmente o filme ficou conhecido pela subtítulo “Ménage a trois”, e bem que poderia seguir com ele, já que a produção gira em torno da aventura do casal em busca de uma terceira para pessoa para fazer sexo.

A sensação é de que “Os Normais 2” é um episódio estendido. Seus míseros 75 minutos logo terminam e a superficialidade da trama fica evidente, ressaltando a fraca história que não merecia ser levada às telas. Também não existe uma linguagem cinematográfica eficiente, é muito semelhante à da série. Os atores principais e nem mesmo os coadjuvantes demonstram empolgação com o projeto. Apesar de toda essa carência, Rui e Vani seguem sendo personagens muito queridos do público e somente pelo retorno deles que a sessão tem seu valor.

Nota; 5,0

1 comentários:

chicoteando disse...

Ainda não assisti. Mas como já te disse trocentas vezes, acho que “Os Normais” perderam sua magia quando os roteiristas começaram a explorar o escrachado mais do que o normal. O ponto forte da série, na minha humilde opinião, era justamente a demonstração de que todos fazem coisas bizarras no dia-a-dia e exatamente por isso que são normais. Fora os textos engraçadíssimos, era isso que me fazia idolatrar Young. De uns tempos pra cá me parece que ela perverteu a série. Só putaria. E daí perdeu a maestria toda. Putaria por putaria eu procuro na internet muito mais bem feita. Hahaha.

Postar um comentário