Piaf - Um Hino ao Amor


Um dos maiores ícones da música francesa, Edith Piaf, é homenagiada no longa-metragem Piaf – Um Hino ao Amor. Essa superprodução realiza um panorama pelas inúmeras fases da vida sofrida e repleta de antagonismos da cantora. Abrilhantando o projeto, o desempenho impressionante de Marion Cotillard no papel-título torna a obra ainda mais completa. Não foi por menos que a atriz venceu o Globo de Ouro 2008 como Melhor Atriz – Comédia ou Musical.

Como se ainda não faltasse atrativos para assisti-lo, o filme é embalado com canções fantásticas, selecionadas a dedo entre aquelas que se tornaram clássicos na voz da pequena Piaf. Recomendado ao extremo, a produção é cinema de primeira. Para comprovar, basta conferir e tentar não se emocionar quando, próximo ao final, Edith declama os versos de “Non, Je Ne Regrette Rien”.


Nota: 9

1 comentários:

chicoteando disse...

Piaf, je t'aime. (L)

Realmente, a atriz estava ótima. Mas devemos dar grandes méritos da composição do personagem à maquiagem. Perfeito.

Postar um comentário