Os Homens Que Encaravam Cabras


Quatro astros de Hollywood e uma cabra. Estes são os integrantes da divertida (e monótona) comédia sobre um programa militar que incentiva o desenvolvimento de poderes paranormais. Baseado no livro de Jon Ronson, a trama aproveita teorias da conspiração tipicamente americanas para criar cenas absurdas e colocar os atores em situações constrangedoras.

“Os Homens que Encaravam Cabras” possui um humor particular, história non-sense e ritmo desequilibrado. Com esses atributos pode-se jurar que é um filme dos irmãos Coen. Por incrível que pareça não é. A direção é do desconhecido Grant Heslov, ator coadjuvante de vários filmes e produtor de seriados, que parece ter se inspirado na filmografia da dupla de cineastas.

Quanto ao elenco, George Clooney é quem paga os maiores micos como um dos soldados com poderes mentais. Jeff Bridges encara o general paz e amor. Ewan McGreggor é o jornalista que investiga o caso. Kevin Spacey volta as telas como o vilão desta história difícil de acreditar. Mesmo com um time de bons atores e um tema interessante, o filme não consegue evitar os altos e baixos durante a sessão, gerando uma inconstância que compromete o aproveitamento como um todo.

Até as cabras, no filme, morreram de tédio.

Nota: 6,5

1 comentários:

franciscolima disse...

só num comentário sobre esse filme: mééééééééééé!

Postar um comentário